Como resolvi comer a mulher do meu amigo

Categoria: 

Caros leitores, primeiramente gostaria de dizer que este é o meu primeiro conto, peço desculpas pelos erros, bom este relato é absolutamente real, então obviamente trocarei os nomes das pessoas envolvidas para evitar problemas. Me chamo Alex, tenho 28 anos, namoro, e trabalho com vendas. Tenho um "amigo" que vou chama-lo de Edu, ele tem 30 anos, um cara tranquilão e gente boa, trabalha como motorista em uma industria, eu lhe conheço ha mais de 20 anos. A gente era muito amigo realmente, e um sabia os podres do outro, crescemos juntos no nosso bairro, saiamos bastante, eramos conhecidos por sermos "festeiros", não tinha tempo ruim sempre tinha alguma coisa pra fazer, porem apesar de curtir, Edu acabou sossegando um pouco e começou a namorar a Fernanda, 29 anos, uma morena de 1,69m, cabelos na altura das costas, seios médios, coxas grossas, e uma bunda maravilhosa, ela era uma amiga de infância nossa, gente boa, muito simpática e bonita, mas confesso que jamais passou alguma maldade na minha cabeça a respeito dela, nós três eramos muito ligados saíamos e viajávamos juntos, e nessas saídas e viagens ela sempre levava uma amiga pra mim rsrs e foi assim que acabei conhecendo e namorando Yasmim, uma amiga do trabalho dela, uma loira, 1,71m, jeito meigo (eu curto rs) era uma verdadeira gata, nós namoramos durante 2 anos, porem não deu muito certo com o tempo minha relação com Yasmim foi ficando desgastada, ela tinha um ciúmes excessivo, não podia fazer mais nada que tudo era motivo de desconfiança e sempre brigávamos, eu como já estava cansado acabei decidindo terminar. Após isso, Yasmim tentou reatar inúmeras vezes, e chegou até me seguir coisa de louco rs, porem sem sucesso.

Assim como eu, Fernanda trabalha na área de vendas e conversávamos via Skype, praticamente todos os dias, o Edu como é avesso a tecnologia(mal sabe mexer no celular) não participava das nossas conversas. A gente era muito aberto para conversar sobre todo tipo de assunto, certo dia ela me chamou para saber se eu me incomodava em ser padrinho do seu casamento, prontamente disse que sim, qual amigo se incomodaria com isso, mas tinha um problema a madrinha seria Yasmim, logo de cara já me desanimei e nosso assunto morreu ai, a noite sai com o Edu para tomar uma era uma tradição nossa, bater um papo falar umas besteiras esse tipo de coisa, lá conversei com ele sobre o casamento e disse que apesar deles serem meus amigos não iria aceitar, porque na minha cabeça era uma oportunidade de Yasmim não me largar mais tanto no casamento quanto na festa rsrs, ele praticamente implorou pra mim mesmo sabendo os meus motivos, e no final eu pensei bom o casamento é deles que se dane só vou entrar naquela igreja e depois me livro dela então eu topei.

O casamento foi muito legal, alem disso fiquei impressionado com Yasmim, ela em nenhum momento puxou assunto comigo durante a cerimonia, confesso que estranhei o comportamento dela, mas depois imaginei que a Fernanda tivesse dito algo pra ela fiquei aliviado e curti bastante a festa deles.

Bom, após a lua de mel nos reunimos na casa deles com os amigos para um churrasco, lá percebi que Fernanda estava meio chateada e os dois mal se falavam, porem tanto ela quanto o Edu disfarçavam, como era domingo assisti o jogo com eles e depois fui embora.

Curioso do jeito que sou rs, eu chamei Fernanda pelo Skype já comecei brincando com a situação falando que sempre dizia para os dois não se casarem que iriam começar os problemas, ela no início disse não ser nada de mais que só estava naqueles dias, e continuou nosso papo perguntando sobre uma mulher casada que eu sai semanas antes, no inicio estranhei pois tinha contado tudo em detalhes para os dois, mas a ficha foi caindo e me liguei que talvez ela tivesse pego alguma coisa do Edu fiquei na minha e fui dando corda. Nisso Fernanda me perguntou se eu perdoaria uma traição, e de bate pronto disse que não, logo em seguida, ela sem hesitar me disse ter descoberto que o Edu, a traía(bingo) e o xingou de tudo quanto é nome. Eu tentei acalma-la e pedi para ela explicar como descobriu, e como disse no inicio ele, idiota do jeito é, mal sabe mexer no celular( um absurdo isso, mais é verdade), certo dia da viagem, ela aproveitou que o mesmo estava dormindo e começou a vasculhar seu celular e não só descobriu uma traição e sim varias, ela perguntou se eu sabia de alguma coisa, respondi imediatamente que não(mentira) e se eu soubesse jamais concordaria ou apoiaria, então para minha enorme surpresa Fernanda foi bem direta e me falou que em uma dessas conversas dele era com Yasmim minha ex namorada, isso mesmo o desgraçado que eu considerava como um irmão estava tentando colocar um par de chifres naquele que ele dizia ser seu melhor amigo, seu irmão, eu fiquei sem reação na hora e confesso que não queria acreditar que aquilo era verdade. Ela disse que eles estavam conversando há algum tempo, e que a Yasmim, na verdade não deu muita bola pra ele e sim para o que ele tinha pra falar de mim, das minhas traições com ela, obviamente ele sabia e contou tudo detalhadamente, por isso que ela não me disse um "A" no casamento, eu fiquei puto não por ela e sim com ele, Fernanda continuou a conversa dizendo que ele não merecia a mulher e nem o amigo que tinha, incrédulo com tudo aquilo apenas ouvi até fim. Eu tinha conhecimento de tudo o que ele aprontava com ela, afinal é meu amigo, e ele de mim, o cara sabia que meu relacionamento com minha namorada na época que não estava nada bom e aproveitou da situação para dar em cima dela. A verdade é que me senti pior que ela, essa era a verdade rs.

No dia seguinte, conversei com Fernanda, ela contou que tinha conversado com o Edu, mostrou todos os prints das conversas que ele andava tendo com Yasmim, mas decidiu não terminar, ele ainda implorou de joelhos chorando para que ela não contasse nada pra mim.

Enfim, depois deste acontecimento fiquei distante deles evitando qualquer tipo de contato, os via de vez em quando em alguma festa de amigos conversávamos normalmente, porem nunca me esqueci do que ele fez comigo, e em um desses encontros o Edu, encheu a cara e deu PT na hora de ir embora, Fernanda veio até mim pedir ajuda para leva-lo, e eu(trouxa) levei eles para sua casa o Edu, voltou dormindo, roncando que só, eu e ela começamos a rir daquela situação e ela puxou assunto dizendo que sentia falta da minha presença, das brincadeiras e conversas pediu pra mim tentar esquecer, assim como ela, mas que entendia que eu estava fazendo, porem não queria que sumisse de vez da vida deles, eu apenas disse que tentaria. Chegando na casa deles, eu ajudei o Edu a subir e na hora de se despedir, Fernanda me deu um abraço apertado, e agradeceu a ajuda fui pra casa e no caminho fiquei pensando naquilo, eu nunca tinha pensado qualquer maldade com Fernanda de verdade mesmo, nos crescemos juntos, mas depois de tudo isso já começava a imaginar como ela seria peladinha, comendo aquela bunda de quatro, ela chupando meu pau, e decidi que meu próximo alvo seria ela.

Fui viajar a trabalho para o interior de São Paulo, e fiquei 4 dias por lá, como fui sozinho não tinha muito o que fazer a noite, então ficava mais no hotel mesmo peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem de Fernanda, me chamando para ir até a casa deles tomar uma cerveja e jogar conversa fora, eu disse que estava viajando a trabalho e que infelizmente não poderia ir, então ficamos conversando pelo whattsapp, e conversa vai conversa vem, ela começou a falar que se sentia muito sozinha, porque o Edu não fazia mais nada, e sempre que saiam ele enchia a cara, ainda me contou mais uma história cabulosa do nosso grande Edu rs, ele andou tendo um caso com a esposa do seu primo, fiquei pensando realmente é foda quando você pensa que conhece uma pessoa no final na verdade você não conhece nada, o Edu era muito fdp, o cara não perdoava ninguém nem o melhor amigo nem a família, enfim ali se percebia nitidamente uma pessoa carente, e eu como uma grande "amigo" decidi ajuda-la, mais claro fui apertando aos poucos, fui sincero e perguntei o que ela via naquele bosta depois de tudo que fez com ela, porque ela é muito gata e inteligente e ele um ogro que mal sabia ler, não combinavam em nada, não entendia o por que que ela não largava dele, ela dizia que por ele ter sido o primeiro e único homem dela talvez isso estivesse relacionado, embora não concorde tentei entender o lado dela, perguntei também se ela já tinha traído ele, e para minha surpresa ela disse que sim, na época que descobriu as traições do Edu, mas nada muito grave apenas um beijo em um rapaz do serviço, então fui apertando perguntei se ela teria coragem de trair e fazer muitas coisas a mais de que um simples beijo, ela demorou para responder mais disse que sim, só não tinha receio, aí eu decidi realmente que era o momento e falei pra Fernanda que eu estava muito afim dela já via com outros olhos e perguntei se ela toparia uma loucura, após isso foram longos 5 minutos sem resposta até ela responder com um "sim", bom a partir daí eu já fiquei com tesão e nem estava acreditando que eu comeria aquela gostosa a conversa só foi melhorando, ela foi me falando que estava precisando muito transar que não aguentava mais esperar, disse que pensava em mim direto, mas tinha medo de estragar nossa relação de amizade, eu aproveitei e disse que a única coisa que rolaria era uma amizade colorida, sem ninguém no pé, sem dor de cabeça e nada do tipo, ali nos entendemos e Fernanda foi se soltando, falamos umas besteiras, ficamos até altas horas conversando na hora de se despedir eu pedi uma foto, ela me presenteou com nudes, puta que pariu quando vi aquelas fotos a minha vontade era de ir embora na hora eu sempre soube que ela era gostosa mais não tanto rsrs, esse cara realmente era burro não sabia o que tinha.

Eu voltei para a capital, feliz da vida pois tinha conseguido atingir minhas metas nas vendas, faturei uma bolada com bonificações e ganhei alguns dias de folga, e sinceramente nem estava ligando tanto para isso e sim para Fernanda, ela não saia da minha cabeça, tanto que assim que cheguei na empresa já chamei ela no Skype, não queria perder tempo precisava comer logo ela, porem o problema era o Edu aquele futuro corno sempre buscava ela no serviço de sexta-feira tive que pensar rápido, então liguei pra ele e disse sobre as metas atingidas e que queria comemorar, mal sabia ele que só queria ver a delicia da Fernanda, ele topou na hora até iria comprar as cervejas, mas como boa gente que sou não aceitei, afinal iriamos comemorar na casa deles, passei no mercado e comprei tudo que era necessário e fui até lá no caminho Fernanda me manda uma mensagem dizendo que teria uma surpresa pra mim e que era pra reparar bem nela só de imaginar meu pau já ficou duro.

Quando cheguei, eles já me aguardavam, na garagem só estacionei o carro e o Edu pegou as compras, lá a escada é bem estreita então tanto para subir quanto para descer só da pra passar uma pessoa, Fernanda estava com um vestidinho curto uma delicinha, o Edu foi na frente, a Fernanda em seguida e eu atras, tava foda manter a concentração e logo no começo Fernanda simplesmente levantou seu vestido mostrando toda bunda pra mim com uma calcinha vermelha, eu em um ato automático já fui passando a mão e enfiei meu dedos na xota dela que estava muito, muito mais muito molhada, ela deu uma olhadinha pra trás e soltou um sorriso aquilo pra mim foi demais não queria parar de subir aquela escada rsrsrs...Deixamos as cervejas no freezer e jantamos, Fernanda por debaixo da mesa começou a passar o pé em mim e foi subindo até meu pau, não consegui levantar de tão duro que meu pau tava, logo depois fomos até a sala como fazia muito tempo que não nos reuníamos ficamos conversando e bebendo bastante, teve uma hora que fui mijar e minha cueca já estava toda melada, saindo do banheiro dou de cara com Fernanda, ela minha me deu um beijo molhado e pegou no meu pau, rapidamente tirou e deu uma chupadinha mais foi muito rápido, para ele não desconfiar, voltando Edu continuou contanto as suas viagens dizendo que estava conseguindo levantar um bom dinheiro mais para isso tinha que acordar de madrugada e tals, nisso olho pra Fernanda comecei a reparar e que ela havia tirado a calcinha e se posicionou de uma maneira que eu conseguia enxergar toda a xotinha dela estava com água na boca, não dava pra se concentrar mais sem chances, ela então resolveu fazer uns drinks, as rodadas nunca terminavam e já estávamos ficando louco, de repente quando olho pro lado vejo o Edu praticamente dormindo não sei o que me deu na cabeça mais na hora já desliguei o som comecei a falar baixo e cheguei até ele e disse para ele ir dormir que já estava indo embora, ele me pediu para dormir na casa deles, pois eu tinha bebido bastante não tive escolha ha não ser concordar hehe, levei ele com Fernanda até o quarto onde apagou, apesar de dormir que nem pedra saímos de fininho e fechamos a porta, a partir dali pegou fogo começamos a nos pegar feito loucos até a sala, ambos sedentos coloquei ela pra chupar, batia meu pau naquele rostinho dela, botei ela de quatro de sofá e comecei a meter com força, a gente tentava se segurar pra não fazer muito barulho mais ela soltava uns gemidinhos, não tinha como controlar, ai resolvi enfiar no cuzinho, juro nunca comi um cu tão gostoso na minha vida, até hoje foi o melhor, o som das batidas de quatro e o gemido ficou inevitável, nem mesmo ouvindo um barulho que vinha do quarto não conseguia parar até que gozei, Fernanda resolveu ir ver o que estava acontecendo então foi de encontro a Edu, toda suada e com o cu cheio de porra, assim que abriu a porta viu Edu vomitando no chão só que estava tão louco que não desconfiou de nada....Continua

http://www.casadoscontos.com.br/texto/201704129

Compartilhe com amigos

Copiar Link Whatsapp Twitter

Comentar