O casal de amigos - Inicio

Categoria: 

Pela primeira vez resolvi escrever algo aqui no site, acompanho faz mais de anos. Sou do interior do parana, nada demais, 1,88 de altura, e um pau dentro da média. Tenho um casal de amigos de longa data,Bruna e Paulo, nos conhecemos desde a infancia, sempre que posso vou visita-los, moram proximo a mim.

A vida transcorria normalmente, eu com minha familia, trabalhando muito e se divertindo quando possivel, porém certo dia recebo uma mensagem de Bruna pelo whatsapp, pedindo pra conversar comigo sem que o Paulo soubesse.

Eu achando que poderia ser uma besteira qualquer, falei pra nos encontrarmos depois do serviço para tomar um chopp. As 18 em ponto estava esperando no barzinho, lá pelas 18:30 Bruna chegou, tenho que admitir, apesar de ser mulher do meu amigo, ela é muito gostosa, chegou com uma saia e uma blusinha sem sutiã,tem uns seios maravilhosos de silicone, sempre com o farol aceso, que me deixa de pau duro só de lembrar.

Começamos o papo sobre trivialidades, até que ela chegou onde queria, eu não fazia ideia, pra mim seria qualquer besteira ou desabafar, mas ai amigos, foi no calo de onde todo brasileiro dói, veio me pedir dinheiro emprestado, que a situação tava critica, e pediu sigilo absoluto, para não comentar com o Paulo, pois ele se sentiria muito mal, com a masculinidade ferida.

Apesar de ter uma grana sobrando, não pretendia usar, nunca se sabe o dia de amanhã. Disse que iria ver minhas finanças e até o final da semana eu responderia, ao se despedir de mim, eu pude olhar dentro daquele decote gostoso, se fosse pela cabeça debaixo, já teria dado toda minha poupança.

Chegando em casa comentei com minha mulher o ocorrido, pra decidirmos como agir diante dessa situação, depois de muito papo, achamos melhor não emprestarmos, pois não temos tanto sobrando assim.

Na sexta-feira esse casal de amigos fizeram um jantar para a nossa turma mais próxima, da época de faculdade. Estava um clima agradavel, colocando todos os papos em dias e matando a saudades dos que estavam mais afastados. Fazia um calor absurdo aqui no Parana, Bruna estava em um vestido lindo, realçando seu corpo, e seus seios. Eu estava com uma bermuda justa, e meu pau começou a dar sinal de vida, resolvi ir ao toalete me aliviar, quando estou com o pau na mão, Bruna entra no banheiro pra saber se eu ia ou não emprestar,tomei um susto, e comecei a recolher o pau pra dentro da bermuda. Falei que conversariamos outra hora, estava ocupado e meio sem jeito. Ela sem pestanejar, se ajoelhou na minha frente, e me disse que ia dar um incentivo, tirou o meu pau pra fora, e começou a chupar meu pau de um jeito delicioso, pegava ele com a mão e batia na cara, me olhando com a cara de puta, e me punhetando gostoso, tentei tirar os seios dela pra fora, mas ela não deixou, só teria mais se eu concordasse em ajudar, e chupou gostoso, acariciando minhas bolas, gozei um litro de porra, que ela engoliu tudo, e saiu sorrindo, como uma putinha que ela é. Fiquei ali sem reação,e dei uns 5 minutos para sair do banheiro. Ao sair de lá, meus olhos cruzaram com da minha mulher, ela suspeitava de algo..

Espero que tenham gostado do meu primeiro conto, se a resposta for positiva, eu coloco a continuação!

https://www.casadoscontos.com.br/texto/2018011195

Compartilhe com amigos

Copiar Link Whatsapp Twitter